Deficiência de Nitrogênio (N) na Soja

A importância do nitrogênio (N): Nas leguminosas, o nitrogênio atmosférico é fixado simbioticamente em amônia nos nódulos radiculares e transportado como íon amônio. Integra a molécula de clorofila, atua na fotossíntese.

 Atua na síntese e é integrante de proteínas, no pegamento de flores, aumenta o número e a retenção de vagens. Aumenta diretamente a produtividade, aumenta o peso (densidade) de grãos. Aumenta o teor de óleo dos grãos.

A deficiência de nitrogênio (N) se apresenta nas folhas de forma que passam do verde-escuro, a um verde-pálido com leve amarelado, evoluindo até todas as folhas se tornarem amarelas. Este sintoma aparece primeiro nas folhas do baixeiro mas espalha-se também para as folhas superiores.

O sintoma aparece, por último, nas folhas novas porque o N é um elemento extremamente móvel na planta, sendo translocado dos tecidos velhos para as folhas novas. O crescimento da planta é lento, com plantas menores e de baixa produção e causa baixos teores de proteínas nos grãos.

Fechar
Podemos te ajudar?

Escolha uma das opções:

Fale com a Cibele Acessar a CibraStore Formulário de Contato Receba nossa Newsletter