Plano Safra
2022/2023:
tudo o que você
precisa saber

Mais crédito para o agro. Mais produtividade na lavoura.

Agora em julho, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento lançou oficialmente o Plano Safra 2022/2023 e as perspectivas para quem produz são excelentes. Foi a maior disponibilização de créditos nos últimos anos, totalizando mais de R$ 340 bilhões para custeios, comercialização e investimentos no agro.

Mais do que apoiar o desenvolvimento do agro, o plano tem o papel de abastecer o mercado no pós-pandemia, promovendo a segurança alimentar dos brasileiros. Atualmente, o Plano Safra é responsável por financiar a produção de quase um terço da agricultura brasileira através de programas de fomento, como Pronaf e Pronamp.

Como funciona o plano safra para pequenos e médios produtores?

Com taxas de juros favoráveis e mais recursos disponíveis, pequenos e médios produtores continuam sendo o centro do Plano Safra.

Para os pequenos produtores, foram disponibilizados R$ 53,61 bilhões por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), o que representa um aumento de 36% em relação ao Plano Safra anterior. Os juros são de 5%/ano para a produção de alimentos e produtos da sócio biodiversidade. Para os demais produtos agrícolas, 6%/ano.

para o médio produtor, foram disponibilizados R$ 43,75 bilhões pelo Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), um aumento de 28% em relação à safra passada. Os juros são de 8%/ano.

Como funciona o plano safra para grandes produtores e cooperativas?

Para os grandes produtores e cooperativas, a quantia liberada foi de R$ 243,4 bilhões, com taxas de juros de 12%/ano. Os produtores rurais também podem optar pela contratação de financiamento de investimento a taxas de juros pós-fixadas.

Não são apenas os produtores e cooperativas que têm motivos para comemorar. O Plano Safra também ampliou a diversificação de fontes de financiamento, atraindo uma maior participação do mercado de finanças privadas do agronegócio, com a expansão de títulos como o CPR, CDCA, CRA e LCA.

Para quem vive do campo, a liberação desses créditos é sempre um momento decisivo. É hora de tirar do papel tudo o que foi planejado para o próximo ciclo e garantir a compra de equipamentos, produtos e insumos agrícolas – incluindo fertilizantes, o primeiro passo para a obtenção de uma lavoura mais forte e produtiva.

No Blog Cibra você acompanha notícias importantes sobre o mundo do agronegócio e se mantém informado acerca das principais oportunidades e tendências do mercado agrícola.

Fechar
Podemos te ajudar?

Escolha uma das opções:

Fale com a Cibele Acessar a CibraStore Formulário de Contato Receba nossa Newsletter